Página inicial > Gospel/Religioso > P > Provérbio X > Diário de Um Desviado (Part. Giovanni Gahegi)

Diário de Um Desviado (part. Giovanni Gahegi)

Provérbio X


Vi com meus próprios olhos
Foi a primeira vez
Foi tão lindo e divino
Que eu não suportei

Fiquei sem ar e sem voz
Do tanto que eu chorei
Do tanto que eu gritei
E me emocionei

Foram apenas 10 passos
Todos estão chocados
Maravilhados, surpresos
Olhos arregalados

Como é possível
O homem de Deus falou
Levanta e anda e aí
O tetraplégico andou

Médicos confusos
Ciência não explica
O que o nome de Jesus
Fez na quele dia

Vi com meus própios olhos
Cegos podiam enxergar
A majestade de Deus
Fazendo os mudos falar

Sim, eu vi o poder sobrenatural
cura total do cancer
no estagio terminal

O supremo e eterno poder celestial
Despedaçando, desfazendo
as estruturas do mal

A revensao de
Sentença irreversível
Vitorias improváveis
Milagres impossíveis

Sentir o perfume da Chuva
A gloria do amanhecer
perdi o chão e a noção
Louvei com todo meu ser

E deixei me levar
Me encher, preencher
Me lembro que de joelhos
Agradeci por te ter

Sempre esperei em ti
Disso ninguém se esquece
Falei a linguá dos céus
seu nome em minha prece

Teu braço sempre me
envolveu a cura da minha febre
a sagrada sensação
arrepiava minha pele

Amar a Deus é quebrar
a lei da gravidade
É descobrir o véu da face
da felicidade

É a mais pura sintonia
Do som da verdade
O folego do amor
O grito da liberdade...


Mas hoje olho no espelho
Não me reconheço
Tu me deste tudo
Eu te dei o desprezo

Me sinto preso a mim mesmo
Não sei meu endereço
sera que vou subir
vou descer vai saber

Tu me deste tudo
como fui me esquecer

Eu olhei pra trás depois
De por a mão no arado
Meu milagre é aquecer
Meu coração congelado

Estou confuso e andando
Pelo caminho contrário
Só mais um dia no
diário de um desviado

Refrão:
2x
Faz o meu milagre Senhor
Faz o meu milagre Senhor
Basta um palavra do trono
Que a minha história pode mudar

É pra para, pra pensar
mano no que qui esta
acontecendo de onde vieram
esses malditos pensamentos

Nem parece mais aquele
Moleque inocente que
Levava até a praça
a alegria pros carentes

E os crentes?
Eu abandonei de vez!
Por que tio?
Se não sabe o que eles fez!

Eu não vejo a alegria
enfeitando o seu rosto
Você tá quase matando
Sua mãe de desgosto

Ei mano por que tanta rebeldia
Que maldição é essa
que amargou sua vida?

Sei la me vi sozinha
onde falavam de união
Me vi desprezado onde
diziam que eram irmão

Mais sei que é maldição
Acredita no apoio do homem
Fazer dele sua força
Enquanto precisamos ontem

Mais ai o caminho é outro
É tempo de reconciliar
Se ajoelhar se arrepender
bota a carne pra gritar

Deixar falar o que
o coração deseja
sua boca fala o que
dentro dele é certeza

E tá dando pra ver
que você não é feliz
Que não esta fazendo as obras
que sempre quis

Mais vem com nós volte
a cantar volte a profetizar


Pois eu lembro encontrei Jesus
Ao ver você falar

Que era bom maravilhoso
Algo pra eternidade
que pra ser liberto tinha
Que encontrar a verdade

E que Jesus é a verdade
o caminho a vida
Ele é a liberdade
Alivio pros que sofriam

Hoje eu não sou o mesmo
infelizmente estou vendo que você
também não né mano, esta morrendo

Mais vim trazer alimento
Armadura que precisa
pois fui longe do Giovane
o resgatador de vidas

Mais não sou eu que convenço
E sim o Espirito Santo
Espero que testifique
Através deste canto.

Por isso eu choro
Com o coração quebrantado
Humilhado, feriram o soldado
Me sinto preso em grades
que eu não vejo

Me mande logo os seus Anjos
Por que si não eu pereço
Quero restituição, ser transformado
Renovado, o meu maior
Milagre hoje é ser restaurado

Eu, prefiro assim
Prostrado diante do Calvário
Últimas linhas do
Diário de um desviado.

Faz o meu milagre Senhor
Faz o meu milagre Senhor
Basta um palavra do trono
Que a minha história pode mudar(2x)

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Provérbio X no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS