Fumaça

Preto Massa

Preto Massa


É muito chão pra pisar
Sapo pra engolir
Tudo dando errado alguém tem que assumir
Verdade vem à tona, o bicho pega, a chapa esquenta
O bonde tá formado agora enfrenta

Seja no Funk, no Soul, Rock'n'roll ou Reggae
Louco por louco, meu irmão, mais louco é quem me segue!

Sem hipocrisia esta na hora da verdade
Não fujo do meu princípio pra encarar a realidade
Favela, subúrbio, minha quebrada
Onde eu nasci, cresci de opinião formada

Então, cambada de bundão, evapora mas não embaça
Por que onde tem fogo…

Tem fumaça!
Tem fumaça!
(Onde tem fogo)
Tem fumaça!
Tem fumaça!

Deixe a disputa de lado, não quero competir
Só quero deixar minha poesia fluir
Foi assim que aprendi (música!) não é batalha
Não venha me induzir (ah, não sou canalha!)

Emergente suburbano, sim, falo a verdade
Não quero ser o braço esquerdo da sociedade
Não adianta impor sem antes escutar
Verdade prevalece a qualquer hora e lugar

Não sou político nem pastor, pelo contrário
Só estou te dando um toque pra não ser mais um otário
Vendido, vacilão, expondo a cara na vidraça
Por que onde tem fogo…

Tem fumaça!
Tem fumaça!
Tem fumaça!
Tem fumaça!

Compositor: Alexandre Massau, Egler Bruno, Thiago Corrêa e Xande Tamietti

Letra enviada por Preto Massa

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Preto Massa no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS