Ponto de Equilíbrio

Novo Governo

Ponto de Equilíbrio


Deixa a Amazônia de pé
Trate o cerrado com mais amor
Em memória do tempo que passou
Queremos Presidente Fulni-ô

Deixa a Amazônia de pé
Trate o cerrado com mais amor
Em memória do tempo que passou
Queremos Presidente Fulni-ô

Queremos Secretário Yawanawá
Queremos na verdade é o Ministério do Xingú
Mas vamos ver se o sistema suporta
Um cacique Yanomami mandando no Stj

Queremos um embaixador, Krahô
Sem caô, quilombola, quilombô
Um exército Kalunga
Onde o General é o grande Ganga Zumba

Vejo mais sangue correr no Brasil
Do que água de rio nesses anos 2000
Armas liberadas, milhões de rajadas
transformam em vermelho o nosso azul anil

Mas eu não me iludo, de uma coisa eu sei
Babilônia já caiu!
Vai ecoar no planalto o canto da vitória
uma realidade que nunca existiu

Deixa a Amazônia de pé
Trate o cerrado com mais amor
Em memória do tempo que passou
Queremos Presidente Fulni-ô

Deixa a Amazônia de pé
Trate o cerrado com mais amor
Em memória do tempo que passou
Queremos Presidente Fulni-ô

Queremos Secretário Yawanawá
Queremos na verdade é o Ministério do Xingú
Mas vamos ver se o sistema suporta
Um cacique Yanomami mandando no Stj

Queremos um embaixador, Krahô
Sem caô, quilombola, quilombô!
Um exército Kalunga
Onde o General é o grande Ganga Zumba

Vejo mais sangue correr no Brasil
Do que água de rio nesses anos 2000
Armas liberadas, milhões de rajadas
transformam em vermelho o nosso azul anil

Querem nos esmagar, vamos resistir
E até o final vamos lutar
Povo latino se uniu, vamos consagrar
Y la pacha mama preservar

Deixa a Amazônia de pé
Trate o cerrado com mais amor
Em memória do tempo que passou
Queremos Presidente Fulni-ô

Deixa a Amazônia de pé
Trate o cerrado com mais amor
Em memória do tempo que passou
Queremos Presidente Fulni-ô

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ponto de Equilíbrio no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS