Banal

Ponto de Equilíbrio


Banal hipócrita
Você crucifica os meus dreads
Mas quanto mais você fala
Mais a minha alma se ergue

Banal hipócrita
Não quero parecer doidão
Isso faz parte da minha vida
Filosofia e religião

Banal hipócrita
Você menospreza os outros
Espera alguém cair pra se sentir maior
Você é só mais um comum

Banal hipócrita
Então caia agora
Pra aprender você também
pois no final
Quem vencera sera o bem
Que de nada valerá sua atitude

Banal hipócrita
Eu não vivo no seu mundo
Me liberto de suas rédeas
E viajo bem mais bem mais profundo
Onde lá estarão minhas raízes
Meu senhor, minhas raízes meu senhor oh jah!!!!

Compositor: Ponto De Equilibrio

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ponto de Equilíbrio no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS