• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Existe outro lado do estrago que é feito
    Quando o que é vendido como perfeito é comprado
    Idolatrado de olhos vendados, sem sal nem fermento
    Por fora bela viola, por dentro pão bolorento

    Entra achando que vai ajudar a botar
    Todas essas coisas no lugar
    Insiste em acreditar que está jogando o jogo e quando vê
    É o jogo que está jogando você

    Tenta frequentar, sem julgamento
    Pra andar no meio de cobra passa a produzir veneno
    O jogo é traiçoeiro, confundiu a minha crença
    Já não sabia se eu era parte da cura ou da doença

    Onde estão?
    Se a farsa é ser tão perfeito, quero o que é meu inteiro
    Contramão, renego essa esmola e espero
    O mundo gira e passa aqui

    Gira gira gira
    Geral se admira
    Quem não é conspira e pira
    Tentando nos nivelar por baixo

    Ira ira ira
    Quem pode atira
    Mas se errar na mira se retira
    Ou se prepara pro esculacho

    Não que eu me acho, não acho
    Não servirei de capacho
    Não dou espaço pra macho querer me definir
    Escrevo minhas linha e despacho
    Pra uns até é escracho
    Mas tô na minha e relaxo
    O mundo gira e passa aqui

    Concessões e escolhas pra sobreviver
    Pode não parecer
    Mas a vida aqui, amigo, muitas vezes se mostrou dura
    Tempos em que só os ratos conhecem fartura

    E se brilha algumas vezes, ofusca a vista
    Cai nessa armadilha de que isso é ser artista
    Deu uma reluzidinha logo pensa que é ouro
    Mas Raul já dizia: isso é ouro de tolo

    Onde estão?
    Se a farsa é ser tão perfeito, quero o que é meu inteiro
    Contramão, renego essa esmola e espero
    O mundo gira e passa aqui

    And i'm not even from here
    I'm from all the ground
    That embraces skin and soul
    Lonely sailor
    Cultural retreater of the drought from back there
    Only laughs at war those who have never been there
    Laughs better that one that teaches fire how to burn

    Eu não sei lidar com restrição
    Esse negócio de sujeição, quebra a minha dinâmica
    Sai de cima, não fode
    O que salva é a botânica e comigo ninguém pode

    É da minha natureza ser equilibrista
    Mas essa corda anda bamba demais
    A trilha abri a facão; carne, osso e coração
    Mãe Stella passou a visão e me disse
    "Minha filha, escute sua oyá"

    Onde estão?
    Se a farsa é ser tão perfeito, quero o que é meu inteiro
    Contramão, renego essa esmola e espero
    O mundo gira e passa aqui

    Onde estão?
    Se a farsa é ser tão perfeito, quero o que é meu inteiro
    Contramão, renego essa esmola e espero
    O mundo gira e passa aqui

    Letra enviada por Suzanne Castro Nunes
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Pitty

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.