Facing The Ruins (tradução)

Persephone


Revestimentos das ruínas


Eu não consigo me lembrar de como me tornei

Aquela que sou ou a quem devo culpar

Não consigo me lembrar das visões de meu passado

Tudo fica sempre o mesmo, não tenho descanso


Vivendo uma vida que é tão intensa

Não dão uma chance sequer as minhas lembranças

Somente quando estamos juntos que elas sentenm-se seguras

Cheias de paz e sielnciosas, mudas como uma sepultura


Só nessas pedras de túmulos do meu passado

É onde minhas vozes internas encontram seu descanso

Não posso silenciá-las em momentos que quero

Para o descanso final eu acho que temos que nos ligar


Meus pensamentos estão ascendendo desta terra

Eles encontraram seu descanso, nenhuma razão para descer

Examinando ruínas que uma vez deixei para trás

Continuam esquecidas intocáveis para mim ainda encontrar


Continuando, mar aberto aproximando-se

Brilhar do morrer do sol está vindo em minha direção

Quando meu corpo atinge o chão

Sinto a dor, eu voltei e olho a minha volta


O silêncio no qual me encontro

Guiam-me para as ruínas, meu lugar próprio de pecados

Somente nessas ruínas de meu passado

É onde as vozes encontram seus descansos


Eu posso me lembrar como me tornei

Quem eu sou, mas continua a mesma coisa

Eu posso me lembrar as visões de meu passado

Naquele lugar... todos nós encontramos o descanso



traduzido por markz gestalt - visioncyber!



Facing The Ruins


Facing the Ruins



I can`t remember how I became

The one I am or who to blame

Can`t recall the visions of my past

It all stays the same, I have no rest


Living a life that`s so intense

Does not give my memories a chance

Only when we`re together it feels so safe

Peaceful and silent, quiet as a grave


Only on these tombstones of my past

Is where my inner voices find their rest

Can`t silence them on moments that I want

For final rest I think we have to bond


My thoughts are ascending from the land

They find their rest, no reason to descend

Looking down on ruins I once left behind

Still left untouched for me yet to find


Going on, approaching open sea

Shimmering of sundown is coming towards me

When my body hits the ground

Feel the pain, I`ve returned and look around


The silence I find myself now in

Leads me to the ruins, my own place of sin

Only on these ruins of my past

Is where the voices found their rest


I can remember how I became

The one I am, but it stays the same

I can recall the visions of my past -

In that place... we all find our rest


Lady Vampira


Compositor: By Kraushofer

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS