Página inicial > Romântico > P > Paulo Sérgio > Precipitações

Precipitações

Paulo Sérgio


Que atitude mais louca e precipitada
Que nós dois tomamos
Vivendo agora distante
A dor incomoda
Por que não pensamos?
Somos iguais no amor
Não podemos negar
A dor que eu sinto no peito
Você também sente
E é pra machucar

Choro e você também chora
O amor tão imenso
Que juntos vivemos
Ninguém amou tanto assim
E é por isso, talvez
Que nós nos perdemos
Hoje distantes de tudo
Vivemos assim
Eu sufocando a vontade
E você na saudade
Chorando por mim

Quando a cabeça não pensa
O corpo é quem sofre o que vem depois
Por não pensar nós erramos
Nos precipitamos, pior pra nós dois
Mas se algum dia, talvez
Nossos passos cruzarem
Não tente esconder
A chama ardente do amor
Que eu também sinto
E dói em você

Compositor: Lucinha / Paulo Sérgio

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Paulo Sérgio no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS