Página inicial > Romântico > P > Paulo Sérgio > Nordeste 1920 (Terra Prometida)

Nordeste 1920 (Terra Prometida)

Paulo Sérgio


Eu já vou indo embora, não fico mais aqui
Recuperar lá fora o tempo que perdi
Para quê chover agora se o gado já morreu
Eu já vou indo embora desse sertão de Deus

Estou cansado de tanto esperar
Nem em promessas acredito mais
Que Deus perdoe esta minha descrença
Minha recompensa foi sofrer demais
Ao ver meu filho sem destino certo
Nesse deserto só de pedra e pó
Minha mulher, Maria, tão bonita
Nem acredita num lugar melhor

Eu já vou indo embora, não fico mais aqui
Recuperar lá fora o tempo que perdi
Para quê chover agora se o gado já morreu
Eu já vou indo embora desse sertão de Deus

Cadê o mundo que sonhei um dia?
Cadê o verde que em criança eu vi?
Cadê as águas do meu Jaguaribe?
E o encanto de viver aqui?
As minhas lágrimas estão caindo
Estou sentindo a dor de uma partida
Antes de ir meu chão eu vou beijar
Vou procurar a Terra prometida

Eu já vou indo embora, não fico mais aqui
Recuperar lá fora o tempo que perdi
Para quê chover agora se o gado já morreu
Eu já vou indo embora desse sertão de Deus

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Paulo Sérgio no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS