Página inicial > Romântico > P > Paulo Sérgio > Não Morreu a Esperança

Não Morreu a Esperança

Paulo Sérgio


Faz tanto tempo que nem sei o que é sorrir
O que é ter felicidade, um pouco de calor
Desde o dia em que você olhou para mim e disse adeus
Eu sigo triste sem querer viver
Por toda parte procurei notícias suas
Tudo em vão, cada resposta uma desilusão
Vou fraquejando no caminho
Vou pisando em espinhos
Levo comigo tristeza e solidão
Não morreu a esperança
Vive ainda a lembrança
Que nem mesmo o tempo vai matar
O seu jeito tão criança
Sua ausência e a distância
Mais aumenta a sede de te amar

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Paulo Sérgio no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS