Página inicial > Romântico > P > Paulo Sérgio > As Aparências Enganam

As Aparências Enganam

Paulo Sérgio


Por meu regresso não espere nunca mais
Fiquei sabendo em minha ausência o que você faz
Nunca pensei que a criatura pura que eu amei
Ficasse assim tão leviana, nem sequer sonhei
Ingratidão aqui se faz e aqui tem que pagar
Pode estar certa, vai chegar o seu diz de chorar
E vai pagar o mal que fez aos sentimentos meus
E vai sentir que o meu mundo é bem melhor que o seu
Há um ditado muito antigo, hoje eu me lembro
Que quase sempre as aparências nos enganam
Me enganei completamente a seu respeito
O seu destino vai ser sujo igual a lama
Tentei de tudo e fiz de tudo para lhe ver feliz
Você pagou com todo o mal o bem que eu lhe fiz
Eu já sofri e já não sinto mais amor, eu sei
Sinto revolta, sinto nojo de você, que eu tanto amei
Muitas mulheres me procurar para consolar
Acreditando que eu ainda vivo a chorar
Mas todos podem perceber dentro do meu olhar
Que todo amor você em ódio fez se transformar
Há um ditado muito antigo, hoje eu me lembro
Que quase sempre as aparências nos enganam
Me enganei completamente a seu respeito
O seu destino vai ser sujo igual a lama

Compositor: Paulo Sergio

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Paulo Sérgio no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS