Acalanto

Paulinho Nogueira

Eu e Meu ViolĂŁo


Enquanto escutas este acalanto,
enquanto cresce a lua no céu,
cresce também bem distante
outra flor que ninguém conheceu.
Na quebrada do rio,
na beirada do olhar,
cresce a flor que nasceu
sem ninguém atinar,
como fruto da terra,
como beijo sempre vivo,
vivo sempre a buscar
a estranha flor que carrego
na semente do amar,
na semente do amarelo,
na vertente do meu mar,
onde escondida cresce
essa flor que ninguém quer roubar.

Compositor: Paulinho Nogueira/ Paulo Sanches Marques

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Paulinho Nogueira no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS