Página inicial > Samba > P > Paulinho da Viola > Dama de Espadas

Dama de Espadas

Paulinho da Viola


Ela vem com as cartas marcadas e diz:
Você é uma espada no amor
Mas o seu jogo é pesado
E eu não desejo ser mais um fiel perdedor
Quem traçava o baralho era ela
Ficando com a sorte e me dando o azar
Quase sempre no fim da parada
Eu não tinha mais nada de meu pra jogar

No amor não se brinca com fogo
Parei nesse jogo sem forra e perdão
Hoje faço o meu lance e não corro
Mas quero saber quais as chances do meu coração
Procurando mudar meu destino
Fugi do cassino onde quase quebrei
E dispensei essa dama
Que finge que ama chamando de rei

(adicionado por Átila Bezerra)

Compositor: Paulinho Da Viola

Letra enviada por Átila Bezerra Fernandes Vieira

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Paulinho da Viola no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS