Triste Vidraça

Paulinho, Cancioneiro


Sempre que estou triste sento aqui
E perto da vidraça, vejo a chuva cair
Estou tenso, amargurado penso em ti
Infeliz, e peço pra você voltar

Chuva, que cai e rola pelo chão
Envolvido, com o estouro de um trovão
Água, que escorre e vai pro ribeirão
É assim, quando perco uma paixão

E quando amanhece estou aqui
A noite que passou, não consegui dormir
E meu corpo, está cansado reconheço
Peço a Deus, pra confortar meu coração

Compositor: Paulo pelissari/ Adilson Oliveira Albuquerque

Letra enviada por Paulinho Cancioneiro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Paulinho, Cancioneiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS