Sem precisar

Paula Fernandes

Hora Certa


Levei um tempo
Para admitir
Quanto aquele fim me transformou

Me trouxe viva e forte até aqui
e me fez pronta para esse amor

E assim como a morte sempre chega
a alma pede pouco o faro
O peito implora ter alguém pra amar

E tudo aquilo que Ă© da natureza
Se junta a alguém
quer se casar

Quer ter prazer
de amanhecer
Sob o mesmo sol para se esquentar

Gostar de alguém
nĂŁo Ă© pra quem
diz que precisa de alguém gostar

Hu Hunn, Hunnhunn

Fazia tempo que eu nĂŁo me entregava assim
Nem mesmo para mim eu permitia ser
Dizia ser feliz sempre falava em fim
Que nunca mais pro amor eu me daria

Mas assim como a morte sempre chega
a alma pede e o corpo fala
O peito implora ter alguém para amar
E tudo aquilo que Ă© da natureza
Se junta a alguém quer se casar

Quer ter prazer
de amanhecer
Sob o mesmo sol para se esquentar

Gostar de alguém
nĂŁo Ă© pra quem
diz que precisa de alguém gostar

Quer ter prazer
de amanhecer
Sob o mesmo sol para se esquentar

Gostar de alguém
nĂŁo Ă© pra quem
diz que precisa de alguém gostar

Amar Ă© simples, Ă© uma certeza bem querer, sem precisar
Amar Ă© simples, Ă© uma certeza bem querer, sem precisar

Levei um tempo para admitir

Compositor: Paula Fernandes / Gustavo Fagundes

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Paula Fernandes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS