• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Te quero como nunca quis antes
    Te quero porque é tão natural
    Porque falamos como amantes
    Não penso, em tudo sou anormal

    Y en mi soledad
    Cuando quiera yo salir a buscarte
    Cuando miras a la luna y no está
    Cuando lleguen los humanos a Marte
    Mira, dejaré la vida pasar

    Cuando tengas la intención de casarte
    Cuando sepas que ya no puedo más
    Besarás con esa obra de arte
    A éste loco que ya no puede más
    Uooah ahh!

    Te espero com amor de verdade
    E tudo que ele possa te dar
    As flores, o carinho, a vontade
    Contigo a vida inteira estar

    E vou confessar
    Quando vejo meu amor tão distante
    Olho o céu e nem a lua está
    Os humanos chegariam à marte
    Eu na janela vendo a vida passar

    Cuando tengas la intención de casarte
    Cuando sepas que ya no puedo más
    Besarás con esa obra de arte
    A éste loco que ya no puede más
    Uooah ahh!

    Luz que guia o meu sentir
    E que me faz pulsar
    Você sabe que esse amor me mata

    Diga que eu vou esperar
    Que é pra ela provar
    Esse amor de verdade

    Y en mi soledad
    Cuando quiera yo salir a buscarte
    Olho o céu
    Cuando lleguen los humanos a Marte
    Eu na janela

    Cuando tengas la intención de casarte
    Arandela sempre a me nortear
    Besarás con esa obra de arte
    Um destino pra você me encontrar

    Luz que guia o meu sentir
    E que me faz pulsar
    Você sabe que esse amor me mata

    Diga a ela que eu tô aqui
    Porque vou lhe mostrar
    O sentido de amar

    Dile que está en mi alma
    Que mi universo desesperaba
    Dile que la quiero abrazar
    Que no puedo esperar
    Que el tiempo se acaba

    E vou confessar
    Quando vejo meu amor tão distante
    Olho o céu e nem a lua está
    Os humanos chegariam à marte
    Eu na janela vendo a vida passar

    Cuando tengas la intención de casarte
    Cuando sepas que ya no puedo más
    Besarás con esa obra de arte
    A éste loco que ya no puede más

    E vou confessar
    Quando vejo meu amor tão distante
    Olho o céu e nem a lua está
    Os humanos chegariam à marte
    Eu na janela vendo a vida passar

    Cuando tengas la intención de casarte
    Cuando sepas que ya no puedo más
    Besarás con esa obra de arte
    A éste loco que ya no puede más

    Letra enviada por Playlists Do Vagalume
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Paula Fernandes

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.