4 Mots Sur Un Piano (tradução)

Patrick Fiori


4 palavras em um piano


Quatro palavras sobre um piano, aqueles que ela deixou para trás

Quatro é demais, eu posso contar

Quatro Ventos em um passado, meus sonhos frustradas

Mas o que seria o outro para que eu fiz?

Não que eu já sei


casos muito triviais, cliché, resultado fatal

Três dois que ir, é minha esquerda. Pat

respeita e beijos, eu não sabia como

share me soprou Lúcifer

Como eu sonho do inferno


Mas eu teria feito qualquer coisa para ela, para uma única palavra

Isso dá outro que eu iria oferecer?

Ela era minha vento minhas asas, a minha vida mais bonita

Ela estava muito bom ou eu sou muito estúpido?

Do você ama o suficiente?

Quatro belos anos chorando, currículo fina

Cartões jogado, mas a rainha está escondido

Quatro milhões de silêncios, dança arrependimento

As perguntas, suspiros e prêmios

eu preferia suas ausências


Mas eu tenho feito muito para ela beber sua água

Isso dá outro que eu iria oferecer?

Ela era minha vento minhas asas, a minha vida mais bonita

Mas foi muito bom, ou temos muito estúpido?

Do você ama o suficiente


Você foi a minha vida como a noite eo dia

Vocês dois, empate, filiez meu amor perfeito

Uma manhã você me condenado a escolher

Eu não gostava de você em dois

Deixo-vos, adeus

Select nos trairia


Mas o que seria o outro para que eu fiz?

Eu nunca sei?

share me soprou Lúcifer

Como eu sonho do inferno

4 Mots Sur Un Piano


Quatre mots sur un piano, ceux qu'elle a laissés

Quatre c'est autant de trop, je sais compter

Quatre vents sur un passé, mes rêves envolés

Mais qu'aurait donc cet autre que je n'ai ?

Ne le saurai-je jamais


Cas très banal, cliché, dénouement funeste

Trois moins deux qui s'en vont, ça fait moi qui reste

Caresses, égards et baisers, je n'ai pas su faire

La partager me soufflait Lucifer

Depuis je rêve d'enfer


Moi j'aurais tout fait pour elle, pour un simple mot

Que lui donne l'autre que je n'offrirais ?

Elle était mon vent mes ailes, ma vie en plus beau

Etait-elle trop belle ou suis-je trop sot ?

N'aime-t-on jamais assez ?

Quatre années belles à pleurer, maigre résumé

Cartes jouées mais la reine s'est cachée

Quatre millions de silences, de regrets qui dansent

Les questions, les soupirs et les sentences

Je préférais ses absences


Moi j'aurais tant fait pour elle, pour boire à son eau

Que lui donne l'autre que je n'offrirais ?

Elle était mon vent mes ailes, ma vie en plus beau

Mais était-elle trop belle, ou bien nous trop sots ?

N'aime-t-on jamais assez


Vous étiez ma vie comme la nuit et le jour

Vous deux, nouez, filiez mon parfait amour

Un matin vous m'avez condamnée à choisir

Je ne vous aimais qu'à deux

Je vous laisse, adieu

Choisir serait nous trahir


Mais qu'aurait donc cet autre que je n'ai ?

Ne le saurai-je jamais ?

La partager me soufflait Lucifer

Depuis je rêve d'enfer

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS