• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    A febre de um sábado azul
    E um domingo sem tristezas
    Te esquiva do teu próprio coração
    E destrói tuas certezas
    Em tua voz só um pálido adeus
    E o relógio no teu punho marcou as três

    O sonho de um céu e de um mar
    E de uma vida perigosa
    Trocando o amargo pelo mel
    E as cinzas pelas rosas
    Te faz bem tanto quanto mal
    Faz odiar tanto quanto querer demais

    Você trocou de tempo e de amor
    De música e de idéias
    Também trocou de sexo e de Deus
    De cor e de bandeiras
    Mas em si nada vai mudar
    E um sensual abandono virá, e o fim

    Então levanta o cano outra vez
    E aperta contra a testa
    E fecha os olhos e vê
    Um céu de primavera
    Bang! Bang! Bang! Folhas mortas que caem
    Sempre igual
    Os que não podem mais se vão

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Os Paralamas do Sucesso

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.