• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou
    São trezentos picaretas com anel de doutor
    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou
    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou
    São trezentos picaretas com anel de doutor
    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou

    Eles ficaram ofendidos com a afirmação
    Que reflete na verdade o sentimento da nação
    É lobby, é conchavo, é propina e jeton
    Variações do mesmo tema sem sair do tom
    Brasília é uma ilha, eu falo porque eu sei
    Uma cidade que fabrica sua própria lei
    Aonde se vive mais ou menos como na Disneylândia
    Se essa palhaçada fosse na Cinelândia
    Ia juntar muita gente pra pegar na saída

    Pra fazer justiça uma vez na vida
    Eu me vali deste discurso panfletário
    Mas a minha burrice faz aniversário
    Ao permitir que num país como o Brasil
    Ainda se obrigue a votar por qualquer trocado
    Por um par se sapatos, um saco de farinha
    A nossa imensa massa de iletrados
    Parabéns, coronéis, vocês venceram outra vez
    O congresso continua a serviço de vocês
    Papai, quando eu crescer, eu quero ser anão
    Pra roubar, renunciar, voltar na próxima eleição
    Se eu fosse dizer nomes, a canção era pequena
    João Alves, Genebaldo, Humberto Lucena
    De exemplo em exemplo aprendemos a lição
    Ladrão que ajuda ladrão ainda recebe concessão
    De rádio FM e de televisão
    Rádio FM e televisão

    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou
    São trezentos picaretas com anel de doutor
    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou
    São trezentos picaretas com anel de doutor
    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou
    São trezentos picaretas com anel de doutor
    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou
    São trezentos picaretas com anel de doutor

    Eles ficaram ofendidos com a afirmação
    Que reflete na verdade o sentimento da nação
    É lobby, é conchavo, é propina e jeton
    Variações do mesmo tema sem sair do tom
    Brasília é uma ilha, eu falo porque eu sei
    Uma cidade que fabrica sua própria lei
    Aonde se vive mais ou menos como na Disneylândia
    Se essa palhaçada fosse na Cinelândia
    Ia juntar muita gente pra pegar na saída

    Pra fazer justiça uma vez na vida
    Eu me vali deste discurso panfletário
    Mas a minha burrice faz aniversário
    Ao permitir que num país como o Brasil
    Ainda se obrigue a votar por qualquer trocado
    Por um par se sapatos, um saco de farinha
    A nossa imensa massa de iletrados
    Parabéns, coronéis, vocês venceram outra vez
    O congresso continua a serviço de vocês
    Papai, quando eu crescer, eu quero ser anão
    Pra roubar, renunciar, voltar na próxima eleição
    Se eu fosse dizer nomes, a canção era pequena
    João Alves, Genebaldo, Humberto Lucena
    De exemplo em exemplo aprendemos a lição
    Ladrão que ajuda ladrão ainda recebe concessão
    De rádio FM e de televisão
    Rádio FM e televisão
    Luís Inácio falou, Luís Inácio avisou

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Os Paralamas do Sucesso

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.