25 Years (tradução)

Pantera

Far Beyond Driven


25 Anos


Eu desabafo minha frustração em você seu velho

Após anos seus ouvidos irão ouvir

Você gritou que você tentou

Mas são palavras de um fraco e promessas feitas

Por um mentiroso (bêbado mentiroso)


Agora você apanhou aquela cadeira lascada

Que estava apontando para a sua cabeça

Uma cabeça que há muito tempo deveria ter sido

Chutada por mim. Sozinho.


Não vou perder um segundo de sono por isso...


Não me toque

Não me toque

Não me toque

Não me toque


Órfão para as drogas e as bebidas

Eu aprendi bem minha lição

De algum modo de você.


Nenhuma lágrima pode conter meu desgosto

Mas estes anos de desinteresse me deixaram

Com os demônios à flor da pele agora

Mas eu estou me tornando mais do que um nada


Você nunca soube as respostas

Para qualquer uma de minhas perguntas, não é?


Você inventou todas as respostas

Para a minha existência sem importância


Mas agora você não tem que se livrar de mim

Não de novo...

Não me toque

Não me toque

Não me toque novamente.


Eu juro, para eu não morrer amanhã...


Você nunca será o pai que eu sou

O pai bastardo para milhares

De feios criticados, não desejados

Aqueles com pais como você

Nós estamos fudendo vocês agora

Estou empurrando minha vida na sua goela abaixo

Consigo encontrar coragem? Sentir o coração?

Olhe para o chão enquanto você me sufoca

Isso tem gosto de tequila?

Ou fracasso?

Nós estamos fudendo vocês agora


Nós estamos fudendo vocês agora

Nós estamos fudendo vocês agora

Nós estamos fudendo vocês agora...

25 Years


I vent my frustration at you old man, after

Years your ears will hear..You screamed that you

Tried, but it's words of a weakling and promises made

By a drunken liar fucking liar. Now you pick up that splintered

Chair, that was aiming for your head. A head that should

Have been long ago kicked in by me. Alone.

I won't lose a second of sleep for this...Don't touch me.

Orphaned to the dope and drinks, I learned my lesson well,

Somehow(?), from you. No tears. Can't clutch my regrets.

But these years of detachment have left me with

Demons now surfacing. But I'm becoming more than nothing.

You never knew the answers to any of my questions, did you?

You made up all the answers to my unimportant existence.

But now you don't have to dump me off, not again...

Don't touch me again.

I vow, lest I die tomorrow...

You'll never be the father I am. The bastard father to

The thousands of the ugly, criticized, the unwanted. The

Ones with fathers just like you. We're fucking you back.

I'm shoving my life right down your throat. Can I

Find the guts? Can I feel the heart? Look at the

Ground as you choke me up, does it taste like tequila?

Or failure?

We're fucking you back.


































Compositor: Phil Anselmo ,dimebag Darrell

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS