• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Encontrou algum erro na letra ou tradução? Colabore com a gente clicando nas frases abaixo ou enviando uma correção completa »
    Dea Pecuniae
    I. Mr. Money

    Miss Mediocraty:
    ”Hey there sweetie. Don't I know you? I swear I recognize your face... and those beautiful eyes... You know, they say the eyes are the doorway to ones soul... There's a smile. A little shy, aren't we? Hey, do you wanna get out of here

    Mr. Money:
    Hey Miss Mediocrity, gee, I’m sorry
    You’ve seen me on TV, I’m Mr. Money
    Now you want someone to hold you
    And call when you’re in town
    Someone to calm you and confirm you
    Well, I’m here...
    ...to let you down
    ‘Cause outside these sexy cars
    And far from my trendy bars
    Behind these smiles...
    Miss Mediocraty:
    "...maybe go someplace..."
    Mr. Money:
    ...And sunscreen...
    Miss Mediocraty:
    "...more quiet, where we could... you know... talk!"
    Mr. Money:
    ...And “Live the Dream!”s...
    Miss Mediocraty:
    "...and get to know each other..."
    Mr. Money:
    I am cold!
    Miss Mediocraty:
    "...no?"
    Mr. Money:
    And mean!

    Miss Mediocraty:
    "How about a ride in that Bentley up front? It's yours isn't it? I'll be a good girl, I promise!
    ...or bad...
    ...whatever you like!”

    Mr. Money:
    Daily Finance – that’s me in the Armani
    Got
    Three Mercedes 350, two Ferraris
    I Could have bought a Third World country
    With the riches that I’ve spent
    But hey
    All modern economics claim that I deserved
    Every single cent
    And the one time I’m the lesser half
    Is when we split the tab
    So here’s to Friends, Family and Liberty, Genuinity, here’s to Happiness, Success, Good Press, No Stress...
    But most of all...

    Here’s to Me!
    Here’s to Me!
    Here’s to Me!
    There will be nothing left...
    So...
    Here’s to Me! (Dea Pecuniae: Oh baby, baby)
    Here’s to Me! (Dea Pecuniae: I'll take care of you)
    Here’s to Me!
    There will be nothing left...
    Nothing left...
    ...for you

    Dea Pecuniae:
    "If you're looking for fulfillment
    A Kingdom and a Crown
    A Paradise of Free Rides
    I am here...
    ...to let you down
    I'll get you the sexy cars
    And a taste of divinity
    A glimpse of the Stars
    Immortality
    But then Vanity
    Will leave you dried and scarred
    (Mr. Money: That's right, oh, give it to me!)

    Here's to Me! (Mr. Money: Oh baby, baby)
    Here's to Me! (Mr. Money: You'll take care of me)
    Here's to Me!
    To me"

    II. Permanere

    Mr. Money:
    But then when it's silent
    And the lights from the bars go down
    I need comforting
    'Cause somewhere there deep inside
    Feelings of loss arise
    And I hate to lose!

    III: I Raise My Glass

    They say it’s lonely at the top
    Then I’m as lonely as can be
    But I am not too sorry
    You see, I’ve chosen this company
    I got myself a winning team
    It’s Me, Myself and I
    You bet it’s lonely at the top old friends
    And I’m here today to tell you suckers why!
    (Dea Pecuniae!)
    Dea Pecuniae
    Money rules...
    They claim that I get paid for my big Responsibility
    But hey, you know...
    That is just a lame excuse
    For my egocentricity
    They say that we're really the same you and I
    And I truly do agree
    You see
    Just like me
    You live for me
    Until the day you die
    And so I raise my glass to all of you who really believe that I get paid for my big responsibility
    To all of you who suck it up and pay my debts
    To all of you who think that my lifestyle does not affect the environment
    Or the poverty
    Well, maybe not more than marginally anyway
    Good for you!
    And you know what?
    Here's to you...
    And I raise my glass, to those of you who give their piece of the cake for free, for me to throw in the face of democracy
    For those who help making solidarity ideologically untrendy
    And charity individualistically idiotic, unsmart and characteristically bendy
    I salute thee you poor bastards 'cause you all nod while I sit at your table
    So let’s raise our glasses one last time, to give you all the greatest recognition and credit of all times – cause after all, let's face it; that’s the only "thank you" you will ever get
    So come on now - raise your glasses!
    Here’s to YOU
    There will be nothing left - no!
    Nothing left...
    ...but money
    I. Sr. Dinheiro
    Srta. Mediocridade:
    ”Oi doçura.
    Eu te conheço?
    Juro que já vi seu rosto...
    E esses lindos olhos...
    Sabe,
    dizem que os olhos são a entrada para alma...
    Aí está um sorriso!
    Um pouco tímido,
    hein?
    Ei, não quer sair daqui..."

    Sr. Dinheiro:
    Ei srta. Mediocridade, me desculpe
    Você me viu na TV, sou o Sr. Dinheiro
    Você quer alguém pra te segurar nos braços
    E ligar quando você está na cidade
    Alguém pra te acalmar e te deixar segura...
    Bem, estou aqui...
    ...para te desapontar
    Porque fora desses carros sexys
    E longe dos meus bares da moda
    Por trás desses sorrisos...

    Srta. Mediocridade:
    "...talvez ir a algum lugar..."

    Sr. Dinheiro:
    ...e filtro solar...

    Srta. Mediocridade:
    "...mais quieto, onde nós pudessemos... você sabe... bater um papo!"

    Sr. Dinheiro:
    ...e “Viva o sonho!"...

    Srta. Mediocridade:
    "...e nos conhecer melhor..."

    Sr. Dinheiro:
    Eu sou frio!

    Srta. Mediocridade:
    "...não?"

    Sr. Dinheiro:
    E mau!

    Srta. Mediocridade:
    "Que tal uma voltinha naquele Bentley?
    Ele é seu, não? Prometo ser uma boa garota!
    ...ou má...
    ...o que você preferir!”

    Sr. Dinheiro:
    Finança Diária – aquele sou eu no Armani
    Tenho três Mercedes 350, duas Ferraris
    Eu poderia ter comprado um país de Terceiro Mundo
    Com as riquezas que gastei
    Mas ei,
    Todas as teorias econômicas modernas afirmam que eu mereço
    Cada centavo
    E quando eu sou a metade menor
    É que dividimos a conta
    Então aqui vai um brinde a Amigos, Família e Liberdade, Genuidade,
    um brinde à Felicidade, Sucesso, Boa Imprensa, Nenhum Stress...
    Mas acima de tudo...

    Um brinde a Mim!
    Um brinde a Mim!
    Um brinde a Mim!
    Nada restará...
    Então...
    Um brinde a Mim! (Dea Pecuniae: Oh baby, baby)
    Um brinde a Mim! (Dea Pecuniae: Eu cuidarei de você)
    Um brinde a Mim!
    Nada restará...
    Nada restará...
    ...para você

    Dea Pecuniae:
    "Se você procura realização
    Um Reino e uma Coroa
    Um Paraíso de Voltas Grátis
    Estou aqui...
    ...para te desapontar
    Te darei os carros sexys
    E um gosto de divinidade
    Um lampejo das Estrelas
    Imortalidade
    Mas a Vaidade
    Te deixará esgotado e marcado
    (Mr. Money: Isso mesmo, me dê!)

    Um brinde a Mim! (Sr. Dinheiro: Oh baby, baby)
    Um brinde a Mim! (Sr. Dinheiro: Você tomará conta de mim)
    Um brinde a Mim!
    A mim"

    II. Permanere

    Sr. Dinheiro:
    Mas quando tudo está calado
    E as luzes dos bares se apagam
    Eu preciso de consolo
    Porque em algum lugar aqui no fundo
    Ascendem sentimentos de derrota
    E eu odeio perder!

    III. Eu brindo

    Dizem que é solitário no topo
    Então estou tão sozinho quanto se pode estar
    Mas eu não me arrependo
    Veja, eu escolhi essa companhia
    Tenho um time vencedor
    Sou Eu, Eu Mesmo e Eu
    Podem apostar que é solitário no topo, velhos amigos
    E hoje eu contarei a vocês idiotas o porquê!
    (Dea Pecuniae!)
    Dea Pecuniae
    Dinheiro é o que há...
    Eles afirmam que eu sou pago por minha grande Responsabilidade
    Mas você sabe...
    Que isso é só uma desculpa esfarrapada
    Para minha egocentricidade
    Eles dizem que somos iguais, eu e vocês
    E eu realmente concordo
    Veja
    Assim como eu,
    Vocês vivem para mim
    Até o dia de suas mortes
    Por isso eu brindo a todos vocês que realmente acreditam que eu sou pago por minha grande responsabilidade
    Pra todos vocês que caem nessa e pagam as minhas contas
    Pra todos vocês que pensam que meu modo de vida não afeta o meio-ambiente
    Ou a pobreza
    Bem, talvez não mais do que marginalmente
    Bom pra vocês!
    E querem saber?
    Um brinde a vocês...
    Ergo a minha taça,
    para aqueles entre vocês que dão suas fatias do bolo de graça,
    para que eu as jogue na cara da democracia
    Para aqueles que ajudam a tornar a solidariedade ideologicamente fora de moda
    e caridade individualmente idiota, não sábia e característicamente maleável
    Eu vos saúdo, pobres bastardos, porque todos vocês consentem enquanto eu sento à vossa mesa
    Vamos brindar uma última vez,
    para dar a todos vocês o maior reconhecimento e crédito de todos os tempos -
    porque, afinal de contas, vamos encarar, esse é o único "obrigado" que vocês algum dia receberão
    Então vamos lá - levantem suas taças!
    Um brinde a vocês!
    Nada restará - não!
    Nada...
    ...além de dinheiro


    Re-edit by Vagner "Sieg" Saraiva




    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Pain of Salvation

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.