Eu Canto Amor

Padre Zezinho


Andando pelas ruas da cidade,
Vou pensando nas verdades, que Jesus nos ensinou
Eu passo e a cadência dos meus passos
Vai dizendo em mil compassos que o amor me cativou
Eu grito e pelo espaço infinito
O céu responde no arco íris esta pauta multicor
Meu grito se transforma em partitura,
Melodia de ternura que eu solfejo ao Deus de amor

E eu canto amor, amor, amor
Enquanto o mundo gira sem parar
E meu irmão, irmão, irmão
Deixa o ódio e vem comigo vem cantar

Crianças que eu encontro em meu caminho
Me traduzem o carinho que este mundo ainda tem
Os jovens são sementes de esperança
Transbordando a confiança no amanhã que eu sei que vem
Um velho me sorri com ar sereno
E eu respondo num aceno de quem vai no seu lugar
E marcho em direção da parusia
Que eu espero na alegria de quem vive a semear

Os jovens são sementes de esperança,
transbordando a confiança no
amanhã que eu sei que vem
Um velho me sorri com ar sereno
E eu respondo num aceno de quem vai no seu lugar
E marcho em direção da parusia
que eu espero na alegria de quem vive a semear

Postagem: Luiz LEANDRO
(Camocim-PE)

Compositor: Pe. Zezinho, Scj

Letra enviada por LEANDRO

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Padre Zezinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS