Anistia

Padre Zezinho


Quero o céu aqui na terra
Mas não tenho ilusão
O mistério não se encerra
Com qualquer revolução
Quero a morte da cobiça
E a vitória sobre o mal
Quero o fim das injustiças
Quero o mundo mais igual

Mas entendo que é preciso
Caminhar sem desenganos
E chegar sem prejuízo
De qualquer direito humano...

Quero o mundo libertado
Sem caminhos de opressão
Quero o rico angustiado
Com a fome dos irmãos
Quero o pobre interessado
No seu próprio bem estar
Mas sem ódio ou revoltado
E sem ganas de matar

Pois entendo que é preciso
Caminhar sem desenganos
E chegar sem prejuízo
De qualquer direito humano...

Quero ver a minha gente
Dar valor ao verbo ser
Quero ver meu continente
Repartindo o verbo ter
Quero as ideologias
Respeitando a dissensão
Quero ver as utopias
Assentando os pés no chão

Pois entendo que é preciso
Caminhar sem desenganos
E chegar sem prejuízo
De qualquer direito humano...

Postagem: Luiz LEANDRO

Letra enviada por LEANDRO

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Padre Zezinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS