Olhos Azuis

Otavio Augusto e Gabriel

Mala Amarela


A mulher que conheci balançou meu coração
Esses versos fiz pra ela,inspirou essa canção
Esse seu jetinho meigo e uma fina educação
Dois lindos olhos azuis que provocam sedução
Esses seus olhos azuis que me encheu de paixão

Por onde ela vai passando vai chamando atenção
É de fechar o comércio e farmácia de plantão
Uma caça procurada no bico do gavião
Tem muito homem querendo nessa jóia pôr a mão
Também,esses olhos azuis,quem é que não tem paixão

Sua beleza incendeia como lavas de vulcão
Faz qualquer homem valente cair de joelhos no chão
Se te olhar for pecado,já perdi a salvação
É na curva do seu corpo que faço navegação
Esses seus olhos azuis é símbolo de confusão

Quer dar fim na minha vida,me leva pro cadeião
A gaiola dos seus braços é a melhor solução
Para sentir no meu peito pulsar o seu coração
Só espero que o delegado não me dê voz de prisão
Com esses olhos azuis,não acaba não,mundão...

Compositor: João Mulato

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Otavio Augusto e Gabriel no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS