Urublue

Oswaldo Montenegro

Entre uma Balada e um Blues


De vez em quando saio de urublue
contaminando o céu azul
Vez em quando saio de urublue
contaminando o céu azul
Desse quarto sem janelas
Eu vejo por todas elas
Guardo a chave na palma da mĂŁo
De vez em quando saio de urublue
Contaminando o céu azul
Com essa arma que eu te mostro aqui
Abre o peito e vĂȘ o que hĂĄ em ti
Guarda a arma na palma da mĂŁo
Depois que abrir que saia fogo e mel
Incendiando o azul do céu
Se for assim que saia fogo e mel
Incendiando o azul do céu
Vez em quando saio de urublue
contaminando o céu azul

Compositor: Beto Brasiliense

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Oswaldo Montenegro no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS