É Impossivel

Ozeias de Paula


É impossivel, o mar rugir nos rochedos gigantes sublimes além
É impossivel o sol não brilhar, ou a terra girar pelo espaço também
É impossivel a flôr não se abrir, na gentil primavéra quando Deus a florir

Impossivel será para mim, me afastar dessa luz sempre terna e sem fim
Impossivel será para Deus, não ouvir os meus rogos, sou um dos filhos seus

É impossivel o mortal não morrer, ou voltar a viver do sepulcro cruél
É impossivel a mente humana, galgar as distâncias infindas do céu
É impossivel o homem contar os grãos de areia da beira do mar

Compositor: Edson Coelho

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ozeias de Paula no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS