Página inicial > O > Os Qüeras > De Volta a Querência

De Volta a Querência

Os Qüeras


Eu deixei o meu rio grande
E há tempos vivo pra cá
Mas hoje a saudade é bastante
De tudo que ficou lá

Deixei a prenda querida
Chorando junto ao portão
Também nessa despedida
Ficou o meu coração

Não suportando a lembrança
Pro meu pago eu voltei
Vim pra matar a saudade
De tudo que aqui deixei

Botei o pingo na estrada
Pra querência me bandiei
Bem feliz lá no rincão
Meus velhos pais encontrei

No outro dia seguinte
De novo o pingo encilhei
As duas horas da tarde
Lá na serra eu cheguei

De longe dei ohde casa!
E a minha china avistei
Veio me encontrar chorando
E alegre também chorei

Depois de um saudoso abraço
Pro rancho nos fomos entrando
Na sala meus velhos pais
Também tavam me esperando

Vi fumaça no galpão
E dois gauchos cantando
Floreavam gaita e violão
E o churrasco tava assando

Hoje com grande alegria
To revendo minha terra
As coxilhas verdejantes
E as matas lindas da serra

O riacho e o moinho
E a pracinha da capela
Onde aos domingos a tarde
Passeava juntinho dela

Pra um gaúcho que regressa
A querência onde nasceu
É como ganhar de novo
A vida que ele perdeu

Fui conhecer outros pagos
E deixei tudo pra trás
Sofri uma barbaridade
Cheguei e não volto mais

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Os Qüeras no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS