Página inicial > Regional > O > Os Mirins > O Tranco da Morena Rosa

O Tranco da Morena Rosa

Os Mirins


Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Machucando a vaneira
À sua maneira
Bombeando pro chão
Machucando a vaneira
À sua maneira
Bombeando pro chão

Na penumbra do rancho costeiro
Do rancho costeiro
Polvadeira à meia costela
À meia costela

O gaiteiro entonado
Floreava o teclado
E bombeava pra ela

O gaiteiro entonado
Floreava o teclado
E bombeava pra ela

Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Machucando a vanera
À sua maneira
Bombeando pro chão
Machucando a vanera
À sua maneira
Bombeando pro chão

A perfume da morena rosa
Da morena rosa
Dá vontade da gente provar
Da gente provar

Apesar de gaviona
Escuta a cordeona
E começa a espiar

Apesar de gaviona
Escuta a cordeona
E começa a espiar

Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Machucando a vanera
À sua maneira
Bombeando pro chão
Machucando a vanera
À sua maneira
Bombeando pro chão

O semblante da morena rosa
Da morena rosa
Lua cheia de felicidade
De felicidade

Quanto mais sarandeia
O corpo incendeia
De tanta vontade

Quanto mais sarandeia
O corpo incendeia
De tanta vontade

Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Olha o tranco da morena rosa
Rebocada de ruge e batom
Machucando a vaneira
À sua maneira
Bombeando pro chão
Machucando a vaneira
À sua maneira
Bombeando pro chão

Compositor: Telmo de Lima Freitas

Letra enviada por lincoln greik dos santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Os Mirins no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS