Página inicial > Jovem Guarda > O > Os Incríveis > Terror Dos Namorados

Terror Dos Namorados

Os Incríveis


Eu vivo num dilema
Não sei como parar
Eu tenho um problema
Minha vida é beijar
Eu beijo qualquer uma
Garota que vier
Eu vendo troco beijos
Facilito a quem quiser
Eu beijo as loirinhas
Eu beijo as moreninhas
Eu beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo

Já não saio a rua
Não vou mais passear
Pois a qualquer hora
Dá vontade de beijar
Porem modéstia a parte
Meu beijo é diferente
Tem alguma coisa que tonteia
Toda a gente
Eu beijo com jeitinho
Eu beijo com carinho
Eu beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo

E é por isso que me chamam
Terror dos namorados
O homem que possui
Aquele beijo tão falado
Eu quero tomar jeito
E deixar de beijar
Mas eu não consigo mais parar

Por que eu já me acostumei a ser um beijador
Meus beijos são pequenos mas cheinhos de amor
Se paro um dia ou dois dói meu coração
As gatinhas todas dizem que detestam solidão
E querem me abraçar e querem me beijar
Então eu beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo

E é por isso que me chamam
Terror dos namorados
O homem que possui
Aquele beijo tão falado
Eu quero tomar jeito
E deixar de beijar
Mas eu não consigo mais parar

Por que eu já me acostumei a ser um beijador
Meus beijos são pequenos mas cheinhos de amor
Se paro um dia ou dois dói meu coração
As gatinhas todas dizem que detestam solidão
E querem me abraçar e querem me beijar
Então eu beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo, beijo

(colaboração:Nelson Portela)

Compositor: Erasmo Carlos - Roberto Carlos

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Os Incríveis no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS