Pobre Esquecido

Os Filhos de Goiás


-Eu sou aquele esquecido meus amigos.
Que vivo triste nas ruas fora de hora.
Se eu contar pra vocês a minha vida.
Tem certos trechos que eu sei que você chora.

-Já fui casado e adorava a minha esposa.
Mas o destino destruiu a nossa união.
Sem ter motivo um dia ela me deixou.
Jogado fora como as pedrinhas no chão.

-Sou esquecido,ninguém mais fala o meu nome.
Nem minha esposa não quer mais ver o meu rosto.
Ela se orgulha do conforto que hoje tem.
Vive sorrindo por me ver nesse desgosto.

-Esta mulher hoje é rica e tem de tudo.
E eu sou pobre,perdi todo o meu valor.
Esta riqueza que ela tem me pertenceu.
Por Deus,eu juro que saiu do meu suor.

-Tem certas gente que falam mal de mim.
Diz que eu não presto,que eu não sou de opinião.
Eles não sabe o motivo porque choro.
E quanto dói o meu pobre coração.

-Minha mulher hoje é rica e tem de tudo.
Sou esquecido e ela é sempre alembrada.
Sua riqueza lá no céu não é valída.
Sua beleza para Deus não vale nada.

Compositor: Maurico

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Os Filhos de Goiás no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS