O Cabeludo

Os Filhos de Goiás


Encontrei um cabeludo
Com jeitão de abeiudo
Conquistando o meu amor
Com uma cara esquisita
Que me deu até pavor
Parecia um fantasma
Em um filme de terror

Encontrei um cabeludo
Com jeitão de abeiudo
Conquistando o meu amor
Com uma cara esquisita
Que me deu até pavor
Parecia um fantasma
Em um filme de terror
Ui, ui, meu Deus que dor
Eu não vivo sem o meu amor

("Sim, era um cabeludo
Mais um fugitivo da lei
Era um cabra terrível
E solteiro, muito feio")

Tive medo nesta hora
Gritei por Nossa Senhora
Que tivesse dó de mim
Apareceu de repente
Um misterioso tenente
Agarrou o cabeludo
E salvou o meu benzinho

Tive medo nesta hora
Gritei por Nossa Senhora
Que tivesse dó de mim
Apareceu de repente
Um misterioso tenente
Agarrou o cabeludo
E salvou o meu benzinho
Ui, ui, meu Deus que dor
Eu não vivo sem o meu amor
Ui, ui, meu Deus que dor
Eu não vivo sem o meu amor

Compositor: Maurico

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Os Filhos de Goiás no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS