Amor Doído

Os Filhos de Goiás


Mas que menina do rosto corado
Corpinho delicado que me faz sofrer
Este seu jeito de olhar me mata
O que paixão ingrata sinto por você

Isto eu te falo, juro que é verdade
Com sinceridade vou esclarecer
Sem teu amor a paixão me domina
Sem você, menina, é duro viver

Se fosse coisa que você soubesse
Quanto que padece o meu coração
Eu acredito que você jurava
Que não me deixava morrer de paixão

Eu já não sei o que será de mim
Deste seu jeitinho não posso esquecer
Sem teu amor a paixão me domina
Sem você, menina, é duro viver

É um grande erro que a gente faz
É querer demais como eu te quero assim
Por isto agora vivo em tormento
E meu sofrimento já não tem mais fim

Se você pensa que o amor não mata
Com esta dor ingrata sei que vou morrer
Sem teu amor a paixão me domina
Sem você, menina, é duro viver

Compositor: Maurico

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Os Filhos de Goiás no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS