Moldura

Ortinho


Agora quase tudo foi embora,
E quem ficou sozinho aqui fui eu.
Olhando teu sorriso preso dentro da moldura
que chorando um dia desses vocĂȘ me deu.

LĂĄ fora a madrugada Ă© fria
E a madrugada vazia sem ninguém.
As ruas solitĂĄrias piscam luzes coloridas
O chĂŁo reflete em mim o grito dessas avenidas,

Que dizem que vocĂȘ nĂŁo vem,
Que vocĂȘ nĂŁo voltas pra mais ninguĂ©m.
Que vocĂȘ nĂŁo vem mais,
Que vocĂȘ nĂŁo volta pra mais ninguĂ©m.

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Ortinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS