Olodum
Página inicial > Axé > O > Olodum > A Ver Navios

A Ver Navios

Olodum

Olodum 40 Anos


Atlântida Bahia, o mar é o caminho
O gueto, o espinho, a flor, ressurreição
Com Cristo, vamos nessa subir no Calvário
E lá dentro da urna confiar nos votos
Ficando a ver navios após a eleição
Olodum relata o crime intransigente
Permanentemente sobre a ecologia
Do direito da criança ao adolescente
O velho esquecido, a mãe, mulher, Maria

Mãe, Mulher, Maria, Olodum
Amamentando o dia
Mãe, Mulher, Maria, Olodum
Amamentando o dia

Se a Onu se tocasse pra solucionar
O trama empobrecido deste continente
O mundo desarmado em arma nuclear
E uma canção feliz e um rosto sorridente

Não debilitado "samito gerados"
Grupos que formaram laços influentes
Reprimiu a dor, vestiu a fantasia
De que seria livre e nada mais sentia
A agressão constante da sociedade
Vigente a essa gente que sorriu a dor
Mostrou sua resistência navegando aos mares
Entre fatos e resumos, hoje eu sei quem sou
E quem diria

Composição: Roque Carvalho / Valmir Brito

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Olodum no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS