Página inicial > Indie > O > O Terno > O Bilhete

O Bilhete

O Terno

<​atrás/além>


Muitas e muitas lavagens depois
No fundo do bolso do jeans
Ela achou dois reais e um bilhete antigo
De um moço, também antigo, que amou
Comemorando e exaltando o ano que passou
Passaram lado a lado
"Feliz aniversário, pra nós dois
Te amo, volta logo, meu amor"

Do moço antigo, ela quase esqueceu
Era preciso esquecer para poder prosseguir
Bancar a despedida
Das coisas boas não quis se lembrar
Focou no que lhe fez mal para se convencer
Fingir que não foi nada
"Como será que anda? ", ela pensou
Antigo e desbotado, um velho amor

Lendo o bilhete era estranho pensar
Que ela o levava escondido no bolso do jeans
Por esse tempo todo
Sorriu baixinho, o bilhete nas mãos
O jeito que ele dizia quando começou
"Você está tão bonita! "
Ainda existe e vai durar o amor
Muitas e muitas lavagens depois

"Feliz aniversário pra nós dois
Te amo, volta logo, meu amor"

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a O Terno no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS