PĂĄgina inicial > Indie > O > O Terno > Harmonium

Harmonium

O Terno


Tudo o que eu pensei
E nunca falei
As coisas que eu fiz
E nunca mostrei
E como eu agi
Quando ninguém viu
Ninguém vai saber
Ninguém vai saber
O que nĂŁo deu certo
Por sorte ou azar
Ninguém reparou
Ninguém vai notar
E a coincidĂȘncia
Podia mudar
Mas jĂĄ nĂŁo mudou
E acabou de passar

Serå que ninguém
Consegue assistir
O que a gente faz
Sozinhos aqui
SerĂĄ que depois
Que a gente morrer
Vamos assistir
O que nĂŁo deu pra ver
Num grande cinema
Com quem jĂĄ morreu
E quem vai morrer
E quem nem nasceu

Quem sabe se eu
Tentasse guardar
Tudo o que eu ouvi
Ouvi ou senti
Aquilo que nem
Se eu explicar
Vai fazer alguém
Se sentir igual
Eu vou colocar
Tudo nesse baĂș
Que sĂł vĂŁo abrir
Quando fizer sentido

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a O Terno no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS