Página inicial > MPB > O > O Teatro Mágico > Nas Margens de Mim

Nas Margens de Mim

O Teatro Mágico

A Sociedade do Espetáculo


Eu me senti como um rei
Me larguei, dormi
Nas margens de mim
Me perdi por querer
Eu não fiz, não fui
Me desaprendi

Eu quis prestar atenção
Em tudo que é menor
Mais lento e baldio
Deixo o rio passar
Tão voraz, veloz
Me deixo ficar

Quando o sol acena parte em mim
Diz valer a pena ser assim
Que no fundo é simples ser feliz
Difícil é ser tão simples
Difícil é ser tão simples
Difícil mesmo é ser

Me recolhi, fiquei só
Até florescer desapego e raiz
Improviso e razão
Tanto pra colher
Agora e aqui

De qualquer maneira, parte em mim
Diz valer a pena ser assim
Que no fundo é simples ser feliz
Difícil é ser tão simples
Difícil é ser tão simples
Difícil mesmo é ser

Compositor: Fernando Anitelli/ Leoni

Letra enviada por Sarcasmo Raro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a O Teatro Mágico no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS