O Ciclo

O Quarto Imaginário

O Ciclo


A vida vai e volta pro mesmo lugar
Histórias a se repetir
Como se o mundo fosse um filme
Sem parar de reprisar
Você pode até pensar
Que fez algo que difere dos demais
Mas é só mais um
Dos tantos a interpretar
O mesmo papel
Sem nem notar
Que está seguindo os mesmos passos

Vai repetir o que você faz
Vai ser seu filho sem nem notar
O ciclo se repete e não tem pra onde correr
Estamos condenados só nos resta perceber
Que a vida quer
Te ver no chão
A implorar
Por redenção
Condenados ao fracasso só nos resta aceitar
Que o nosso destino é ficar aqui
Deitados no chão

Ninguém sabe como começou e nem se vai terminar
A única certeza é voltar pro mesmo lugar
Repetir padrões, os erros cometidos
As mesmas pessoas todos nesse ciclo
Ninguém pediu pra estar aqui
Ninguém pede pra nascer
Duas vidas se juntaram mesmo sem você querer
Quando menos esperar já vai estar aqui
no meio de nós pra sofrer

Ninguém pediu pra estar aqui
Ninguém pede pra nascer
Ninguém pediu pra estar aqui
Ninguém pede pra nascer
Ninguém pediu pra estar aqui
Ninguém pede pra nascer

Vai repetir o que você faz
Vai ser seu filho sem nem notar
O ciclo se repete e não tem pra onde correr
Estamos condenados só nos resta perceber
Que a vida quer
Te ver no chão
A implorar
Por redenção
Condenados ao fracasso só nos resta aceitar
Que o nosso destino é ficar aqui deitados no chão

Compositor: Stefano Rodrigues

Letra enviada por Stefano Rodrigues

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a O Quarto Imaginário no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS