O Estandarte

O Estandarte


Já não tenho os mesmos olhos
Quem dirá o coração!
Não anseio mais teus beijos
E tampouco teu colchão

Mas, foi de gelar o peito
(De suar as mãos, de suar as mãos)
Foi de tremular a fala
(De suar as mãos, de suar as mãos)
Foi de baixar a visão
(Ou não, ou não)
De suar as mãos
(De suar as mãos, de suar as mãos)

Quando te vi
Vindo até mim
Eu percebi
Que estava junto a ti
E achei de usar

Aquele velho apelido que não nos cabe mais

Compositor: Danilo Magalhães / Bruno Barros

Letra enviada por Danilo Carneiro Magalhães

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a O Estandarte no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS