Rio Manso

Noel Guarany


Olhando correr o rio, eu disse quase em silĂȘncio
Tu vais ter que andar muito para ganhar dos meus sonhos
E sobre areia fresca o teu rosto desenhei
E uma paixĂŁo impossĂ­vel me invadiu, quase chorei.

Veja que cabeça louca: pondo teus olhos em mim
Eu que sempre ando depressa nĂŁo vou te fazer feliz
Esquece de mim, te peço, eu sou como o Uruguai
Que sem deter sua marcha beija a barranca e se vai.

Numa noite missioneira daquelas que nĂŁo se iguala
Estava na costaneira conversando com a ĂĄgua
Janeiro estava emitindo com o rio o seu calor
E junto a um perfil querido expus minhas penas de verseador.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Noel Guarany no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS