Ariana Grande processou a rede de lojas de moda Forever 21 em US$ 10 milhões, de acordo com a agência Reuters. A cantora alega quea sua imagem, nome e trechos da música "7 Rings" foram utilizados para a venda de produtos, porém sem a sua permissão.

De acordo com os arquivos do processo, a cantora relata que a rede de lojas utilizou pelo menos 30 imagens relacionadas a ela, em fotos e vídeos para uma campanha de marketing. De acordo com Ariana, a companhia usou uma modelo que parece "bastante similiar" a ela e usou a música e letras do sucesso, "7 Rings".

Ainda no processo com a acusação de apropriação, a cantora conta que tudo isso aconteceu após ela e a Forever 21 não entrarem em acordo em uma campanha de marketing. Segundo Ariana, a rede de lojas não quis pagar o valor que ela pediu.

A rede de lojas ganhou as páginas de notícias nos últimos dias por outro motivo: a Forever 21 estaria se preparando para fazer um pedido de falência, nos Estados Unidos, acumulando atrasos no pagamento aos seus fornecedores há alguns anos.