Eminem não perdeu muito tempo e lançou hoje (14) uma "diss track" dirigida a Machine Gun Kelly. "KILLSHOT" traz versos onde o Slim Shady garante que "vai acabar com a carreira" do jovem rapper, em uma resposta a faixa "Rap Devil".

Entre os ataques desferidos por Eminem, a ironia e o bom humor aparecem constantemente. Ele chega a comparar MGK com a cantora Taylor Swift e a rapper Iggy Azalea.

Porém, existem momentos que o "Rap God" toca em assuntos obscuros, como a morte da lenda Tupac Shakur. Claro, Eminem não perdeu a chance de atacar MGK ao ter citado sua filha em "Rap Devil".

Escute abaixo "KILLSHOT" e confira em seguida alguns trechos da letra traduzidos e com explicações:



Introdução "zoando" a letra de MGK

"You sound like a bitch, bitch
Shut the fuck up
When your fans become your haters
You done?
Fuck, your beard's weird
Alright
You yellin' at the mic, you weird beard
We doin' this once
Your beard's weird, why you yellin' at the mic?"


"Você soa como uma p***, p***
Cale a boca
Quando seus fãs se transformam em seus "haters"
Você acabou?
Foda-se, sua barba é estranha
Tudo bem
Você está gritando no microfone, seu barba estranha
Nós vamos fazer isso de uma vez
Sua barba é estranha, por que você está gritando no microfone?"


A introdução é uma colagem com trechos de "Rap Devil" e Eminem respondendo com ironia a MGK. Versos como "When your fans become your haters" ("Quando seus fãs se transformam em seus "haters") e "You yellin' at the mic, you weird beard" ("Você está gritando no microfone, seu barba estranha") são respondidos com a aparente falta de paciência do Slim Shady dizendo "You done?" ("Você acabou?") e "We doin' this once" (Nós vamos fazer isso de uma vez")

Eminem lembra que idade não é documento

"With your corny lines (Slim, you're old)
Ow, Kelly, ooh, but I'm 45 and I'm still outselling you
By 29 I had three albums that had blew"


"Com suas letras bregas (Slim, você é um velho)
Ow, Kelly, oh, mas eu tenho 45 anos e ainda estou vendendo mais que você
Com 29 anos, eu tinha três álbuns que estouraram (em vendas)"


Em continua atacando a qualidade das letras de Machine Gun Kelly as definindo como "bregas". Porém, nesses versos, ele fica no assunto idade (tema abordado por MGK em "Rap Devil" para atacar Eminem).

O Slim Sady cita três álbuns de sua discografia que eram enormes hits de vendas quando ele tinha exatamente a mesma idade de MGK. Os discos em questão eram "The Slim Shady LP" (1999), "The Marshall Mathers LP" (2000) e "The Eminem Show" (2002).

Para se ter uma ideia do tamanho desses discos, os dois últimos somados venderam mais de 60 milhões de cópias. Machine Gun Kelly, por sua vez, vendeu pouco mais de 500 mil unidades de todos os seus discos somados, até o momento.

Eminem compara MGK com Taylor Swift e promete que irá destruí-lo por falar o nome de sua filha

"You ain't never made a list next to no Biggie, no Jay
Next to Taylor Swift, and that Iggy ho, you about to really blow
Kelly, they'll be putting your name
Next to Ja, next to Benzino, die, motherfucker
Like the last motherfucker sayin' Hailie in vain"


"Você nunca fará parte de uma lista próxima a Biggie (Notorious B.I.G.) ou Jay (Jay-Z)
Você fica mais próximo a Taylor Swift e aquela Iggy Azalea vadia, você está prestes a explodir
Kelly, eles escreverão o seu nome
Próximo a Ja (Ja Rule), próximo a Benzino, morra, filho da p***
Assim como o último filho da p*** que disse o nome de Hailie em vão"


A forma irônica de fazer rimas aparece com tudo quando Eminem brinca que MGK está mais próximo de aparecer em uma lista com a cantora Taylor Swift ou a rapper Iggy Azalea do que aquela formada pelos grandes nomes do hip hop e rap, como Notorious B.I.G. e Jay-Z.

Além disso, o Slim Shady promete acabar com a carreira de Machine Gun Kelly pelo simples fato de ter falado o nome de sua filha, Hailie, em vão. Ele relembra as "tretas" que teve com os rappers Benzino e Ja Rule, no começo dos anos 2000.

Os dois rappers em questão atacaram a filha de Em em suas faixas "Die Another Day" (Benzino chega a ameaçar a vida de Hailie) e "Loose Change" (Ja Rule ironiza Hailie citando o problema de sua avó com drogas e diz que sua mãe é uma vagab****, pelas palavra do próprio Eminem). Para cada um, o "Rap God" lançou uma resposta: "The Sauce" e "Nail In The Coffin" para Benzino e "Hailie's Revenge" para Ja Rule.



Na ocasião, muitas pessoas disseram que as respostas de Eminem acabaram com as carreiras dos dois rappers, que depois das "tretas", não conseguiram se manter populares.

O "tiro para matar" e citação a 2pac

"Killshot, I will not fail, I'm with the Doc still
But this idiot's boss pops pills and tells him he's got skills
But Kells, the day you put out a hit's the day Diddy admits
That he put the hit out that got Pac killed, ah"


"Tiro mortal, eu não irei falhar, eu ainda estou com o Doc (Dr. Dre)
Mas o chefe desse idiota diz que ele tem habilidade
Mas Kells, o dia que você lançar um hit vai ser o que o Diddy admitir
Que ele pôs uma bala para matar o Pac (Tupac Shakur), ah"


Em um dos momentos mais "ferozes" de "KILLSHOT", Eminem faz uma analogia sobre o seu mentor, a lenda do hip hop Dr. Dre, e o de MGK, Puffy Daddy. Ele cita Diddy ao ligá-lo com a morte de Tupac Shakur.

Na época em que 2pac foi assassinado, ele tinha uma "rixa" com outro grande rapper: Notorious B.I.G., que era um artista da gravadora de Diddy na época, e que também foi morto posteriormente. Ao final de "KILLSHOT", Em, de forma irônica, diz que está brincando com Diddy e que o ama.

Eminem fez encerramentos parecidos em músicas como "Kill You" (com mensagem dirigida às mulheres) e "My Mom" (para a sua mãe).

Com poucas horas no ar, o áudio da música já havia ultrapassado 1 milhão de visualizações.