• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Capital Inicial comprova vocação de banda para multidões no Rock in Rio

    Banda fez apanhando da carreira misturando canções politizadas com baladas e covers

    Há 2 meses da Redação

    Capital Inicial letras
    Desde que renasceu comercial e artisticamente no final dos anos 90, o Capital Inicial vem se mantendo como uma banda de enorme popularidade, sobrevivendo a modismos e sabendo se apresentar para grandes públicos. Dessa forma, não surpreende ver que eles conseguiram novamente conquistar com grande facilidade o públcio de mais um Rock in Rio. Em mais uma participação no festival, ficou comprovado que eles de fato fazem uma música que tem vocação para ser ouvida em grandes espaços.

    O show de treze músicas foi aberto com a mais recente "O Bem, o Mal e O Indiferente" e teve canções gravadas nos anos 80, como "Música Urbana", "Independência" e "Fátima". ao lado de material popularizado já no século 21 como "Natasha ou "Depois da Meia Noite"

    As covers e versões de músicas que, com justiça, eles também já se apropriaram também form mostradas: "Primeiros Erros" de Kiko Zambianchi,"Mulher de Fases" dos Raimundos, "Que País É Esse?" (que segundo o vocalista Dinho disse ter "quase um dever cívico" de cantá-la) da Legião Urbana e "À Sua Maneira", versão deles para "De Música Ligera" do Soda Stereo foram todas bem recebidas.

    Assim, de forma até previsível, a banda fez talvez o show nacional de todo essa edição do festival que mais contou com a participação do público e deixou o palco, novamente, consagrada.

    Veja um trecho do show:

    "Depois da Meia Noite"



    "Natasha"



    "À Sua Maneira"

    Comente

    Notícias, curiosidades e conteúdos exclusivos
    do Vagalume para assistir e compartilhar