Os cabelos compridos e o estilo de rock star podem enganar à primeira vista: David Garrett não é um vocalista e muito menos um guitarrista de uma banda de rock n' roll.

O alemão de 36 anos é violonista e um dos maiores nomes da música clássica atual, com a rara habilidade de misturar erudito e popular. Garrett tem gravações incríveis que variam de suas composições originais a covers de Mozart indo até Metallica.

Em novembro, ele estará no Brasil para show único (informações no final da matéria) e trará uma apresentação que vai de "Purple Rain" de Prince até a sinfonia "", de Vivaldi.

O Vagalume conversou com David Garrett sobre sua nova visita ao país, seu método de composição e releitura de sucessos e, claro, os fãs brasileiros. Veja abaixo:

Show no Brasil

Na última vez que veio ao Brasil, o violonista além de fazer shows esgotados ainda visitou programas de televisão e conheceu várias cidades. Perguntamos a David qual era a sensação de voltar ao país e ele respondeu prontamente: "Muito ansioso. Foi tão bom da última vez. Estou muito ansioso".

Garrett costuma tocar em alguns shows "Tico-Tico No Fubá", clássico de Carmen Miranda, composto por Zequinha de Abreu. O alemão comentou que infelizmente ainda não teve tempo de estudar mais músicas brasileiras para quem sabe tocar um dia, mas obviamente os fãs daqui esperam que o sucesso de Carmen Miranda esteja em seu setlist.

Música e covers

Muito conhecido pelo seus covers incríveis, Garrett fala com humildade que muitas vezes precisa trabalhar bastante para conseguir atingir a sonoridade desejada. "Já teve alguns covers que fiz que precisei fazer umas quatro versões diferentes até a gravação".

Entre tantos clássicos de rock, um cover chama a atenção: "Dangerous (Feat. Sam Martin)", do Dj David Guetta. Apesar de a música eletrônica não estar entre os gêneros que o alemão faz mais releituras, ele conta que gostou bastante de fazer esse cover e que foi um trabalho até simples de se fazer.



Fãs brasileiros

O Brasil pode ser um país onde a música clássica não seja tão popular quanto outros gêneros. Mas a reação dos fãs brasileiros à sua música, empolga Garrett até hoje. "A empolgação dos fãs brasileiros é incrível. A energia deles. Lembro de, do palco, olhar para as pessoas sempre sorrindo".

Confira abaixo a versão do violonista para o sucesso "Bitter Sweet Symphony", do The Verve, e que deverá ser apresentada no show em novembro:



Ingressos

Para quem quiser ver de perto o talento de David Garrett, os ingressos para o show de São Paulo ainda estão à venda. Mais informações no site da Tickets For Fun.