• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Prepare-se para os shows de Roger Hodgson no Brasil relembrando três discos do Supertramp

    Há 2 meses da Redação

    Roger Hodgson letras
    Aproveitando que Roger Hodgson está retornando ao Brasil, relembramos nesse especial três grandes discos do Supertramp, a banda que ele criou com o também tecladista e compositor Rick Davies no final dos anos 60 e que se tornaria uma das mais populares do planeta na década seguinte.

    O grupo atingiu o seu pico comercial em 1979 com o álbum "Breakfast In America", o álbum mais vendido daquele ano e ainda hoje um dos maiores best sellers da história - estima-se que mais de 20 milhões de pessoas ao redor do mundo compraram o disco. Hodgson deixou o quinteto em 1983 que a partir de então seguiu sem ele.

    Supertramp letrasO Supertramp, com Roger Hodgson ao centro
    Nesse momento, o Supertramp está em fase dormente, enquanto Davis segue se tratando de um mieloma múltiplo que impediu uma turnê comemorativa em 2015. Assim, os shows de Hodgson (que nunca mais se reuniu com seus antigos colegas, ainda que tenha tentado) por ora são a única opção para os antigos fãs relembrarem os clássicos da banda.

    O cantor e tecladista retornará em breve ao país para uma série de concertos em que quase todo o repertório é dedicado às canções do grupo que o consagrou.

    As datas são as seguintes: São Paulo (Citibank Hall – 15/03 ingressos aqui), Florianópolis (Centro Sul – 16/03 ingressos aqui), Vitória (Arena Vitória – 18/03, ingressos aqui), Porto Alegre (Pepsi On Stage – 21/03, ingressos aqui), Brasília (Net Live – 23/03 ingressos aqui), Belo Horizonte (BH Hall – 25/03, ingressos aqui) e Rio de Janeiro (Metropolitan - 26/03, ingressos aqui).

    Relembre agora três grandes discos do Supertramp:

    Crime Of The Century - 1974
    Supertramp letrasCrime Of The Century
    Depois de dois discos que não chamaram muito a atenção, o Supertramp estava em uma fase complicada. Davis e Hodgson precisaram remontar a banda e eles ainda perderam o apoio do milionário holandês que lhes dava suporte financeiro.

    Em resumo, se o novo disco não emplacasse, eles estariam em sérios apuros. Felizmente, tanto Davis quanto Hodgson estavam munidos de um punhado de boas canções de grande apelo que misturavam elementos de rock progressivo, pop, rock sessentista e R&B.

    Apesar de assinadas em conjunto, as canções - com exceção de "School - foram compostas individualmente. Davis entregou o hit "Bloody Well Right" e a climática faixa-título, enquanto Hodgson compôs "Dreamer", ques e tornaria um grande sucesso, e brilhou em "Hide In Your Shell".



    Even In The Quietest Moments... - 1977
    Supertramp letrasEven in the Quietest Moments...
    Lançado no auge do movimento punk, "...Moments", o quinto álbum, mostra que o grupo já tinha achado o seu caminho e seguiria nele. A mistura de temas mais elaborados com outros de maior apelo comercial se mostra acertada e o trabalho ganha disco de ouro nos EUA.

    O maior sucesso foi a contagiante "Give a Little Bit" de Hodgson que chegou no top 15 americano. Mas o disco tem outras faixas de destaque, a pop "From Now On" de Davis e os épicos 11 minutos de "Fool's Overture" com seu inesquecível riff de teclado



    Breakfast in America - 1979
    Supertramp letrasBreakfast in America
    O maior sucesso da banda, "Breakfast..." foi, por algum tempo, um daqueles discos onipresentes, afinal foram milhões de cópias vendidas e os seus singles de sucesso tocavam muito nas rádios e, no caso de "The Logical Song", nos programas de televisão que exibiam clipes.

    Apesar de andar um pouco esquecido (recentemente a edição americana colocou-o em uma lista de discos que venderam muito no passado que os millennials desconhecem), "Breakfast..." envelheceu muito bem e vale ser descoberto por quem ainda não o escutou.

    Os fãs mais antigos, que formam a base do público atual de Roger Hodgson, certamente já sabem disso e ainda sentem prazer em escutar mais uma vez as clássicas "Take The Long Way Home" (que costuma abrir os shows de Hodgson), "Goodbye stranger" (essa de Davis), a faixa-título ou a já citada "The Logical Song" (também de Hodgson).
    Comente

    Notícias, curiosidades e conteúdos exclusivos
    do Vagalume para assistir e compartilhar