O Tribo da Periferia é um grupo brasileiro de RAP formado no final dos anos 90 por moradores do bairro Jardim Roriz, na cidade de Planaltina-DF. O grupo começou com três integrantes e por divergências de ideias Duckjay seguiu sozinho e produziu a música "Entre A Vida E A Morte", que acabou por se tornar uma das mais executadas nas rádios comunitárias de Planaltina-DF.

A convite de Duckjay, o DJ Bolatribo passou a integrar o grupo nas apresentações ao vivo. Com produção e direção musical de Duckjay foi lançado o primeiro álbum do grupo "O Verdadeiro Brasileiro".

Em 2005, a música "Carro de Malandro" virou hit. E em 2006 foi citada pelo
Correio Braziliense como a música mais executada do ano no Distrito Federal. Com o sucesso e reconhecimento nacional, o Tribo da Periferia tornou-se atração principal em grandes eventos ao lado de nomes como Racionais MC's, Realidade Cruel, Facção Central, entre outros.

Com o passar dos anos, singles como "Marciano (part. 3 Um Só)", "", "Ela Tá Virada" e "Sem esparrar", repercutiram além do gênero RAP e passaram a tocar não só nas periferias, mas também em bairros nobres de todo país.

O grupo também chegou a se apresentar novamente em eventos com grandes nomes da música brasileira como Charlie Brown Jr, Planta e Raíz, Emicida e outros, tomando projeção nacional e inovando a cena atual.

Em 2014 e com o lançamento do quinto álbum, o single "Valores", "Viva Comum", "Insônia (Part. Hungria Hip Hop)", "Tipo Escobar" e "Não Vale a Pena Ficar Louco de Problema" ecoam pelas ruas e rádios de todo o Brasil, mostrando que o Tribo da Periferia está além de ser apenas um ícone do gênero RAP, mas um nome que está registrando sua marca na história da música.

Assista ao clipe "O Barco e o Quintal" lançado recentemente:




Confira mais notícias no Vagalume!