O letrista Gerry Goffin morreu ontem (19) aos 75 anos em sua casa em Los Angeles de causas não divulgadas. Ao lado de sua então esposa Carole King, Goffin formou uma das mais celebradas e importantes parcerias da música pop.

Carole King
Carole King (Foto: www.broadway.com)
Frutos de uma época onde os intérpretes ainda não tinham o costume de escrever suas próprias músicas, as composições de Goffin/King se tornaram hits nas vozes de Shirelles ("Will You Still Love Me Tomorrow?"), Little Eva ("The Loco-motion"), The Drifters ("Up On The Roof) e Aretha Franklin ("(You Make Me Feel Like) A Natural Woman"). A dupla também foi responsável por vários dos sucessos dos Monkees e teve uma de suas canções gravadas pelos Beatles - "Chains" um original das Cookies, que acabou no primeiro álbum da banda de Liverpool.

59 canções da dupla entraram no top 40 americano, sendo que sete delas atingiram o primeiro lugar. O casal se separou em 1968 pondo fim à parceria. Carole King então se reinventou como artista solo e virou uma das maiores estrelas do início dos anos 70.

Goffin, por sua vez, seguiu trabalhando nos bastidores. Uma de suas maiores descobertas deu-se já no século 21. Foi em 2001 que ele gravou a primeira demo de uma então desconhecida cantora que estava na batalha em Los Angeles e que o impressionou. Seu nome? Kelly Clarkson.


Ouça "Will You Still Love Me Tomorrow?" com as Shirelles considerada uma das melhores e mais importantes canções da música pop. A música, de 1960, foi composta por Gerry Goffin e Carole King e chegou ao primeiro lugar da parada americana: