Página inicial > Sertanejo > N > Nenete & Dorinho > Vinte Anos Depois

Vinte Anos Depois

Nenete & Dorinho


Vinte anos perdidos da minha existência
Sem ter liberdade, passei na prisão
Preso por dois crimes por mim praticado
Que eu fiz a justiça com as próprias mãos

Matar é pecado na lei do Senhor
Eu bem reconheço que sou pecador
Matei por ciúmes aquele traidor
E aquela ingrata que foi meu amor

Ai, é triste a solidão
Viver condenado sem ter liberdade
Sofrendo nas grades de uma prisão

Negro destino a mim foi traçado
Aquela tragédia bem caro eu paguei
Eu era traído e não merecia
Até que um dia os dois eu matei

Passei vinte anos sofrendo calado
Pra não deixar meu nome manchado
Homem que tem brio deve ser honrado
Perdão peço à Deus por eu ter matado

Ai, é triste a solidão
Viver condenado sem ter liberdade
Sofrendo nas grades de uma prisão

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Nenete/dorinho

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS