Toca Sino

Nenete & Dorinho


Meus senhores, essa histĂłria
Num versinho eu vou contá
É de um infeliz sem sorte
Que nasceu só pra pená

Tinha eu dezoito ano
O sino estava a tocá
A igrejinha estava cheia
Pois eu ia me casá

Toca sino, toca sino
Eu tĂ´ contente
Toca sino, toca sino
Chama essa gente

Eu casadinho de novo
Era alegre de verdade
TĂŁo contente eu vivia
Cheio de felicidade

Na igrejinha eu rezava
Aos pés da Virgem Maria
Pois eu era tĂŁo feliz
No ranchinho onde eu vivia

Toca sino, toca sino
Com harmonia
Toca sino, toca sino
Quanta alegria

Mas depois de um ano e meio
Que nasceu uma filhinha
O Nosso Senhor do céu
Carregou sua mĂŁezinha

Eu fiquei triste sozinho
Com a filha sempre a chorá
E o sino da igrejinha
Não parava de tocá

Toca sino, toca sino
Quanta mardade
Toca sino, toca sino
Nesta saudade

Inté o Senhor do céu
Já não escuta as minha prece
Pra mandá pará esse sino
Que um dia me enlouquece

Vou-me embora dessa terra
Eu não posso recordá
Desse sino da igrejinha
Que não cansa de tocá

Toca sino, toca sino
A toda hora
Toca sino, toca sino
Que eu vou-me embora
Toca sino, toca sino
Que eu vou-me embora

Compositor: PrĂ­ncipe Maluco

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂşsica

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MĂšSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS