Página inicial > Sertanejo > N > Nenete & Dorinho > Primeiro de Abril

Primeiro de Abril

Nenete & Dorinho


Doutor, eu aqui me entrego
Porém eu não nego o que pratiquei
Eu juro que não esperava
A moça Isabel fui eu quem matei

A história eu quero contar
Eu vim confessar, quero ser julgado
Mas eu não fiz por querer
Não posso ser condenado

A moça muito gostava
Um rapaz amava e era meu amigo
Mas eu nunca esperava
Que esta triste cena se desse comigo

Um dia mandei pra Isabel
Uma carta cruel em nome do rapaz
Na carta mandei dizer:
- Meu bem não te quero mais

Confesso que nada sabia
Que a Isabel sofria do coração
Ao ler a carta que mandei
Isabel caía morta no chão

Foi quando ouvi gritaria
E o povo corria perto do portão
Isabel tinha morrido
Com aquela carta na mão

Agora que a Isabel morreu
Como aconteceu eu quero explicar
Sempre foi nosso costume
Primeiro de abril mentir pra brincar

E assim só por brincadeira
Aquela carta falsa pra ela eu mandei
O rapaz de nada sabia
Assim que a Isabel eu matei

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: José Ribeiro/zezé Ribeiro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS