PĂĄgina inicial > Sertanejo > N > Nenete & Dorinho > O Milagre Das Rosas

O Milagre Das Rosas

Nenete & Dorinho


declamado:
(“Rainha Santa Isabel quando em seu reino vivia
Era a prĂłpria caridade Ă  quem a mĂŁo lhe estendia
Apesar da sua riqueza à ninguém desconhecia
A nobre rainha santa a pobreza socorria
PorĂ©m, o rei soberano que na opulĂȘncia vivia
Proibiu a rainha santa das esmolas que fazia
Dizendo que ela humilhava a nobre soberania
Mas quando o rei se ausentava Isabel aparecia
No meio dos camponeses que choravam de alegria
Por ver a sua santa rainha que em seu avental trazia
Ouro, prata e alimento que com os pobres repartia”)

E foi num desses momento
Que o rei apareceu
E no meio da pobreza
A rainha surpreendeu

O que faz aqui senhora
Sem consentimento meu?
O que traz nesse avental
Que ao me ver logo escondeu?

Responde a rainha santa
No jardim eu fui buscar
Um ramalhete de flores
Pra nossa mesa enfeitar

Ia indo pro castelo
E parei pra descansar
Mas o rei nĂŁo acreditando
Pediu pra ela mostrar

O avental entĂŁo se abriu
E o rei estremeceu
Pois o milagre divino
Nessa hora aconteceu

Em lugar de ouro e prata
Castigando o rei ateu
Lindas rosas perfumadas
No avental apareceu

Hoje em dia Santa Isabel
É uma santa poderosa
Sua igreja Ă© um abrigo
Da pobreza religiosa

É a protetora do lar
Esta santa milagrosa
Todo mundo jĂĄ conhece
Pelo milagre das rossas

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Padre Ciro Turino

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS